CÁRCERE SEM FÁBRICA - ESCRITOS EM HOMENAGEM A MASSIMO PAVARINI

CÁRCERE SEM FÁBRICA - ESCRITOS EM HOMENAGEM A MASSIMO PAVARINI

Autor(es):
Giamberardino, AndrÉ
Editora:
REVAN
Código:
69852

De: R$ 68,00 Por: R$ 57,80 À vista: R$ 57,80

Comprar
Disponível em Estoque
Calcule o frete e o prazo de entrega:PrazoValor

Massimo Pavarini foi um professor apaixonado e apaixonante que, nos últimos anos, acolheu com entusiasmo inúmeros pesquisadores brasileiros e latino-americanos na Itália. Em nosso continente, proferiu inúmeros cursos de formação, conferências e publicou trabalhos, alguns inclusive inéditos em língua italiana, desenvolvendo, assim como Baratta, uma forte relação acadêmica com docentes e discentes. A coletânea em sua homenagem reúne dezessete textos de diversos pesquisadores brasileiros que tiveram sua trajetória marcada pela proximidade e influência do grande professor de Bologna.Nas palavras do próprio mestre Pavarini: "A terceira fase desta história 'ideal', no sentido weberiano, é aquela do presente. Esta é marcada pela passagem da retórica e da praxis do wel-fare para aquelas cruel, mas realisticamente definidas de prison-fare. O crescimento da 'multidão' dos excluídos - tanto do mercado de trabalho garantido, quanto do banquete assistencial oferecido por um sempre mais pobrecapital social - torna, politicamente, sempre mais irrealista o projeto de uma ordem social através da inclusão. É a época do declínio miserável da ideologia reeducativa e da emergência e consequente triunfo das políticas de controle social que se fundam sobre a crença nas praxis de neutralização seletiva, inteiramente coerentes com a linguagem da guerra ao inimigo interno. Portanto: 'Cárcere sem Fábrica?'; 'Cárcere sem Sociedade?'. Por aquele pouco ou muito que as metáforas possam ajudar aentender, direi que sim."

Código de barras:
9788571066304
Dimensões:
23cm x16cm x
Edição:
1
Marca:
REVAN
ISBN:
9788571066304
ISBN13:
9788571066304
Número de páginas:
300
Peso:
325 gramas
Encadernação:
BROCHURA
  • Nome do Autor GIAMBERARDINO, ANDRÉ